domingo, 20 de abril de 2008

PRESIDENTE DO COFEN PARTICIPA DE SEMINÁRIO INTERNACIONAL DA ABEN


Encontro aconteceu de 17 a 19 de abril, em Curitiba, Paraná.

O Presidente do Conselho Federal de Enfermagem (COFEN), Manoel Carlos Néri da Silva, participou do 2º Seminário Internacional sobre Trabalho na Enfermagem, realizado de 17 a 19 de abril, no Hotel Bourbon, em Curitiba, Paraná. A convite da Presidente da ABEn, Maria Goretti, o dirigente da autarquia integrou a mesa de abertura do evento, que contou com a presença de cerca de 400 pessoas. Durante seu discurso, ele falou sobre as recentes ações desenvolvidas pela sua gestão, iniciada em outubro de 2007.

Uma das mais importantes, afirmou o Presidente, foi a mudança da sede do COFEN, do Rio de Janeiro para Brasília, iniciada neste mês. “Assim que tomamos posse nos debruçamos para tornar realidade nossa atuação no Distrito Federal. Hoje, digo com orgulho que compramos um imóvel na Asa Norte, onde hoje já atuam a Presidência e algumas assessorias. Os demais colaboradores estão em fase de transferência”, comemorou. De acordo com Manoel Néri, Conselho deveria estar no DF há muito tempo: a Lei 5.905/73, que cria o Sistema COFEN/CORENs, exige que sua sede seja na Capital Federal.

Manoel Néri falou também sobre recente compromisso firmado com Maria Goretti. “Em nossa primeira reunião fui cobrado publicamente e assumimos um compromisso de levar a julgamento ético aqueles que dilapidaram o patrimônio do Sistema COFEN/CORENs”.

No seminário, duas representantes da ABEn entregaram, ao Presidente do Conselho, um ofício solicitando abertura de processo ético, com as assinaturas de Maria Goretti e da Presidente da Federação Nacional dos Enfermeiros, Silvia Fernanda Martins Casagrande,. “Não vamos desistir da apuração e da punição dos mandantes e assassinos dos colegas Marcos e Edma Valadão. Então contamos com o apoio das lideranças e dos profissionais nesta iniciativa”, afirmou a Presidente da ABEn.

Maria Goretti falou também sobre a retomada dos diálogos entre o Conselho e a Associação, após 15 anos de divergências. “Com o COFEN queremos uma agenda mínima que promova o resgate da credibilidade e da competência da autarquia, a fim de fortalecer as nossas ações em prol da Enfermagem”, disse a dirigente da ABEn.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Conselho Federal de Enfermagem

Um comentário:

Maya disse...

Bacana seu blog, informativo, interessante. Parabéns.